arquivo

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Por mim tá tudo bem...



Tá tudo bem, não precisa se perdoar por todas as suas mentiras. É claro que dói saber que tudo que fiz foi em vão, mas eu não fiz só por você, fiz por mim também e para mim valeu a pena. Isso que importa... Com o tempo a dor passa, sempre passou, não vai ser diferente dessa vez.



Eu sou assim sabe? Eu dou sempre o meu melhor. E você despertou muita coisa boa em mim, por isso fui assim. E não é porque a gente não deu certo que eu vou mudar... Muito pelo contrário: vou continuar dando o meu melhor e sorte de quem souber receber, sorte de quem sabe retribuir.



Acho que fico até mais triste por você do que por mim. Sério! Porque eu fui verdadeira, não precisei criar um personagem nem tentar parecer algo que eu não era, já você... Você eu nem sei, mas sei que não é mais ficar criar estratégias para enrolar alguém; deve ter sido cansativo e, sabe o que mais? Não adiantou nada. Agora você está aí pedindo desculpas e eu sigo com a consciência tranquila.



Você podia ter uma pessoa legal do seu lado agora. Eu podia ser essa pessoa, eu queria poder construir uma porção de coisas bacanas com você, mas você não quis. Se não fosse eu poderia ser outra pessoa também, mas se você tiver mentido para ela como mentiu para mim, é provável que também a perca e no fim, esse monte de gente boa vai seguir seu rumo com outras pessoas, pessoas que são de verdade, e aí é você quem acaba sozinho.



Torço por você, no fundo deve ter uma boa pessoa aí dentro, afinal não teria como mentir tão bem se não houvesse algo bom em você. Espero que você aprenda a confiar mais nesse seu lado bom, que dê mais força para ele e pare de enganar os outros, porque, do jeito você faz, está enganando também a si...