arquivo

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Memória sonora na publicidade - meus jingles inesquecíveis

Estive pensando sobre os jingles de várias propagandas que marcaram época e resolvi fazer um TOP 5, um pouco menos óbvio (sem Cobertores Parahyba, Pipoca e Guaraná ou Mamíferos Parmalat), das minhas principais memórias sonoras e publicitariamente afetivas:

#5.Visa - Bala de troco - CHICLETINHO



Não posso ouvir a palavra "bala" que já começo a enrrolar a língua para cantar "Bala de troco... que coisa triste!" ... Melhor estilo portunhol/novela mexicana. Breguice viciante!


#4. Casas Pernambucanas - Não adianta bater - CLÁSSICA



Quem é que nunca fez a piadinha infame do "Quem bate?" "É o frio..."? 
A Pernambucanas é mestre desses jingles. Quem, também, ao ouvir alguém questionar "Cadê meu celular?" não teve vontade de responder (ou respondeu) "Tá na Pernambucanas!". A propósito, esse fim de semana ouvi na rádio Band FM uma versão de "Cadê meu celular" com Luan Santana... Acreditem!

#3. Mappim - É a liquidação- DIVERTIDA


Não posso comentar esse jingle. Estou dançando algo meio semelhante com salsa, mambo e talvez um pouco de de lambada. (Sempre que penso nessa musiquinha tenho vontade de sair dançando)

#2. Coca-Cola - Abra a Felicidade - NEM PARECE PROPAGANDA


Gosto de jingles que mais parecem musiquinhas simpáticas gravados pelos artistas famosinhos(*). Coca-cola sempre esteve presente na minha vida com "Sinta todo o prazer que a vida tem pra te dar, sinta todo o sabor de Coca-cola...", mas essa era impossível de não cantar junto também.

* Falando em jingles que são músicas, vale lembrar a música "Completo" da Ivete Sangalo, que, na realidade, foi encomendada pelo Bradesco - de slogan homônimo - e que foi a primeira música a tocar na CBN - a rádio que toca notícias.)


#1. Johnson's Baby Shampoo - Cabelos Encaracolados - AMO DE GRAÇA


Vira e mexe me pego cantarolando essa musiquinha tchuca, com essas criancinhas lindas-ai-que-vontade-de-morrrrrde-da-mamãe! A Johnson, aliás, sempre faz uns jingles fofinhos pros shampoos infantis, mas o que eu canto de trás pra frente sempre mesmo é esse.

---

Menção Honrosa: Honda Diesel

Essa é das gringas e, portanto, não pode ser enquadrada como uma memória sonora da publicidade brasileira. Provavelmente só o pessoal que estudou Publicidade e Propaganda conheça, mas vale muito a pena ver. Além de ser muito bem produzido, a musiquinha gruda eternamente na cabeça. Eternamente! Enjoy it.